Quando pensamos em Depressão, é impossível não lembramos logo daquela imagem de uma pessoa triste, abatida ou para baixo. Mas engana-se que pensa que depressão é somente ama alteração do humor, fazendo com que as pessoas fiquem tristes.

Depressão é um conjunto de sintomas muito mais amplos, que afetam outras áreas da pessoa além do humor.

Podemos dividir os sintomas da depressão em 5 grandes áreas, desta forma sendo mais fácil entender a extensão e a abrangência com que a depressão afeta a vida de que sofre com este transtorno.

Sintomas Emocionais da Depressão

Estes sintomas da depressão referem-se às mudanças nos sentimentos ou nos comportamentos explícitos do paciente, diretamente atribuíveis a seus estados emocionais.

  • Humor deprimido: sentir tristeza, infelicidade, sem esperança
  • Sentimentos negativos em relação a si próprio: decepção com si mesmos, baixa autoestima, raiva de si.
  • Redução da satisfação: perda de prazer, tédio, deixam de gostar de coisas que faziam.
  • Perda de vinculo ou envolvimento emocional: indiferença por pessoas ou atividades com que se envolvia
  • Crises de choro: maior sensibilidade, chora com mais frequência, com facilidade,
  • Perda da resposta ao humor: perda do senso de humor, sorrisos forçados, indiferença ao humor

Sintomas Cognitivos da Depressão

São sintomas que dizem respeito a atitudes distorcidas do paciente em relação a si mesmo, sua vivencia pessoal e o futuro. Demonstram a forma distorcida com que quem tem depressão passa a ver e perceber tudo ao seu redor.

  • Auto avaliação negativa: critica excessiva ao erro, ideias de inferioridade, defeito
  • Expectativas negativas: pessimismo, não tem solução, desesperança
  • Auto recriminação e autocrítica: culpam a si mesmos por tudo, perfeccionismo.
  • Indecisão: dificuldades para tomar decisões que antes eram fáceis, incapacidade de escolher
  • Distorção da imagem corporal: preocupação excessiva com aparência, ideias de não ser atraente ou desejável

Sintomas Motivacionais da Depressão

Neste conjunto estão os esforços, desejos e impulsos vividos durante a depressão. Tem como característica comum a natureza regressiva, em que se busca atividades com menor exigência de responsabilidade, energia ou iniciativa.

  • Paralisia da vontade: perda do desejo de realizar atividades, inclusive as rotineiras, vontade de não fazer nada.
  • Desejos de evitação: vontade de evitar ou adiar grande variedade de atividades, em especial as que não tragam prazer imediato.
  • Escapismo e retraimento: afastamento do convívio social ou familiar, fuga do contato com outras pessoas.
  • Desejos suicidas: Podendo variar desde pensamentos até o planejamento de fato do ato.
  • Aumento da dependência: desejos de ser ajudado constantemente, de que as pessoas façam ou resolvam por ele.

Sintomas Físicos da Depressão

São sintomas de caráter eminentemente físico, que demonstram a extensão dos efeitos da depressão sobre o corpo.

  • Perda do apetite: perda do prazer em comer, não sentem fome, aversão a comida.
  • Perturbação do sono: dificuldades para dormir, insônia, diminuição do tempo de sono.
  • Perda da libido: Diminuição do interesse e desejo sexual, perda de resposta à estimulação.
  • Fadiga: Cansaço crônico, corpo pesado, cansam com facilidade.

Delírios ligados a Depressão

Em casos específicos ou particularmente graves de depressão podem ocorrer também sintomas psicóticos, como presença de delírios (ideias fantasiosas persistentes) ou de alucinações, como estes:

  • Delírios de inutilidade
  • Delírios de crime e castigo
  • Delírios somáticos
  • Alucinações

Os sintomas também variam em função de fatores como idade e sexo, conforme podemos notar no gráfico abaixo:

Os sintomas da depressão

Os sintomas da depressão

Importante notar que todos estes sintomas se manifestam dentro de um continuum que vai desde sintomas mais leves, e que podem ser experimentados por todas as pessoas sem depressão, até estados de maior gravidade e intensidade, necessitando de intervenção especializada para possibilitar a recuperação ou evitar o risco de morte.

Embora esta lista cubra boa parte dos sintomas da depressão, ela não os esgota; sendo sempre indispensável a consulta a um profissional especializado para que possa ocorrer o diagnóstico adequado da depressão e a indicação do tratamento mais indicado a cada caso.

 

Fonte: Depressão- Causas e Tratamento. Aaron T. Beck. Ed Artmed