Como já publicamos em outro post neste blog, quadros graves de stress, com seus sintomas tão prejudiciais à saúde necessitam de tratamento adequado para sua remissão.

Mas de que formas podemos tratar o stress?

Uma das formas de tratamento para stress que demonstra melhores resultados é a terapia cognitivo-comportamental, que se utiliza de metodologia pesquisada e diversas técnicas com efeito comprovado para o enfrentamento, modificação e diminuição do stress.

Características de um tratamento cognitivo-comportamental para o Estresse

Psicoeducação: Educação sobre o que é stress, suas características, sintomas, causas e consequências.

Avaliação e identificação dos fatores desencadeadores do stress: Estes fatores são específicos para cada caso e podem ter origem tanto em motivos externos quanto em fatores internos.

Identificação de Pensamentos e crenças desencadeadoras do stress: Descoberta dos padrões de pensamento e das crenças pessoais geradoras ou intensificadoras das situações de stress.

Reestruturação cognitiva: Para modificação dos pensamentos e crenças citados acima

Técnicas de relaxamento: para diminuição dos efeitos do stress

Técnicas de resolução de Problemas: para auxiliar na resolução das situações geradoras do stress

Técnicas de respiração: propiciando auxilio na ansiedade e na tensão característicos do stress

Modificação de hábitos de vida: alimentação, esportes, sono.

 

Terapia ou Medicação?

Embora em casos mais graves de stress seja necessário um tratamento conjunto entre a terapia e médicos, uma vez que muitos dos sintomas e doenças desencadeados pelo estresse necessitam de atenção médica (como a diabetes, hipertensão, problemas cardíacos, etc.) ainda não existe medicação para o stress.

Portanto o tratamento adequado para stress necessariamente envolve uma mudança nos hábitos de vida e na forma como enfrentamos e lidamos com as situações, mudança que é facilitada pelo trabalho da terapia, onde um profissional especializado pode ajudar em todos os passos desta mudança.

Diversos fatores emocionais e de nossa história de vida interferem contribuindo para a vulnerabilidade ao stress e portanto o auxílio de um profissional traz mudanças mais rápidas e efetivas, contribuindo para uma melhor habilidade de enfrentar as diversas demandas e necessidades que a vida nos traz.

 

Fonte: Psicoterapias- Abordagens Atuais. Aristides V. Cordioli. Ed. Artmed